Great Place To Work: saiba por que é importante obter o selo GPTW

Great-place-to-work-evolux.jpg

Achar bons profissionais hoje é tão difícil quanto encontrar a proverbial "agulha no palheiro". Os melhores - e cada vez mais raros - talentos disponíveis no mercado são disputados "no tapa" pelas empresas. Diante dessa "briga de cachorro grande" por eles, como atrair e reter uma equipe comprometida, motivada e alinhada com a cultura organizacional? Um excelente aliado é o selo GPTW (Great Place to Work ou Melhores Empresas Para Trabalhar). Não conhece? É só seguir a leitura.

GPTW: A melhor cultura para os melhores resultados

O Great Place To Work Institute é um instituto fundado nos EUA, na década de 80, que realiza consultorias, produz conteúdos e analisa a satisfação dos funcionários em relação ao ambiente de trabalho. A partir disso, a organização certifica as empresas que conseguem obter uma alta pontuação em diversos aspectos como clima organizacional, remuneração, benefícios, oportunidade de crescimento, infraestrutura, transparência na gestão e autonomia dos colaboradores. Com essa chancela os empreendimentos obtém a credibilidade do selo GPTW, e consequentemente, tornam-se mais atrativos para os profissionais.  

O instituto também publica um ranking anual com as 100 Melhores Empresas para Trabalhar. Presente em 58 países e com pesquisas realizadas em mais de 10 mil empresas, o GPTW aplica uma metodologia que serve para negócios de qualquer porte, segmento ou lugar do globo. A figura abaixo mostra as 5 dimensões avaliadas no Trust Index, por meio de questionários aplicados aos colaboradores e do relatório de práticas institucionais.

trust-index-culture-audit.png

Aqui no Brasil, o ranking anual do GPTW é publicado pela Época Negócios e elege 150 melhores companhias para trabalhar. A filial brasileira também divulga mais de 40 listas separadas por três categorias: regional (estadual), setorial (ramo de atuação) e temática (melhores empresas para mulheres, por exemplo).      

O que é preciso para ser um excelente lugar para trabalhar?

Em seu livro A Great Place To Work For All, o CEO do GPTW Michael C. Bush, explica que para possuir uma certificação as empresas devem ter bons indicadores nas 5 dimensões avaliadas pela pesquisa Trust Index e focar no desenvolvimento de melhorias nos seguintes campos da sua cultura organizacional:

  1. Valores sólidos

  2. Inovação  

  3. Crescimento financeiro

  4. Eficácia da liderança

  5. Maximização do potencial humano

  6. Confiança e transparência

O CEO defende que boas empresas para trabalhar são aquelas que valorizam as pessoas, pois são elas as responsáveis diretas por atingir as metas e trazer bons resultados com esforço, dedicação e criatividade.


Ser um Great Place To Work traz resultados?

Se você cuidar dos seus funcionários, eles cuidarão dos seus clientes

Bill Marriott, diretor da Marriott International.


Só essa frase já bastaria para responder, no entanto, vamos aprofundar um pouco mais a questão.

Os estudos do neuroeconomista Paul J. Zak mostram que profissionais que trabalham em ambientes de alta credibilidade e autonomia criativa apresentam:

  • 74% menos estresse

  • 106% mais energia no trabalho

  • 50% mais produtividade

  • 13% menos dias de licença por doença

  • 76% mais comprometimento

  • 29% mais satisfação com suas vidas

  • 40% menos desgaste.

Outra importante pesquisa feita em 2014 (também divulgada no livro do CEO do GPTW) com mais de vinte mil colaboradores de todo o mundo mostrou que funcionários respeitados e ouvidos por seus líderes relataram saúde e bem-estar 56% melhores; e alegria e satisfação 89% maiores com os seus empregos.

Diante disso tudo cabe a seguinte reflexão: não seria ótimo deixar de procurar agulhas no palheiro e sim atraí-las, tal qual um ímã com o forte magnetismo da confiança, da credibilidade e das boas políticas organizacionais?