ClueCon 2015

Participamos da ClueCon em 2013 e 2014 e esse ano marcamos presença novamente. A ClueCon é uma conferência anual feita pela equipe do FreeSwitch para desenvolvedores, por desenvolvedores e tem foco em VoIP, WebRTC e Telecom.

Dois assuntos dominaram as pautas, WebRTC e Vídeo:

+ WebRTC: WebRTC está se tornando cada vez mais popular já sendo utilizado por várias plataformas de comunicação. Nas edições anteriores da conferência já se falava sobre o futuro do projeto e hoje estamos vendo que todos os esforços em adicionar suporte ao FreeSWITCH foram acertados. Muitas novidades na nova versão.

+ Vídeo: Um resumo das novas funcionalidades pode ser visto aqui.  Na abertura Anthony Minessale falou sobre o suporte a vídeo conferência e telepresença utilizando o mod_verto. Esse é o resultado do trabalho de quase um ano da equipe adicionando suporte a vídeo no core.

A experiência com as APIs de empresas como Twillio, Plivo e Corvisa foi muito bacana, após a introdução algumas pessoas usaram essas APIs para construir protótipos e as melhores soluções ganharam prêmios no final do dia. 

Mira Georgieva, a presidente do Zoiper, trouxe uma apresentação muito importante sobre acessibilidade. Ela falou sobre como a tecnologia pode ser utilizada para ajudar na socialização de pessoas que possuem necessidades especiais relacionadas a fala ou a visão.

Gostei muito das palestras da turma da Sangoma sobre performance. Eles mostraram o Switchy, um framework feito em Python que é utilizado para gerar testes de carga no FreeSWITCH. Vale o destaque para a palestra do Moises Silva sobre performance, foi excelente, várias dicas sobre como ter escalabilidade e medir a performance de seu ambiente.

O evento terminou com uma sessão de perguntas com o time do FreeSWITCH, e fiquei muito honrado em ser acolhido como parte integrante da equipe, uma vez que nós já somos oficialmente os responsáveis pelo mod_callcenter e desenvolvemos o Verto Communicator, que foi o show case apresentado pela equipe.

Hoje o Verto Communicator é usado diariamente pela equipe core do FreeSWITCH, o código do projeto já está na árvore da plataforma e está em constante desenvolvimento aqui na Evolux e, como todo software open source, já recebe contribuições de outras pessoas. 

Esses são os pontos que consegui elencar de cabeça e se quiser saber mais sugiro a leitura do post da Mojolingo, eles fizeram muitas anotações interessantes.